Conjuntivite

centro-paranaense-oftalmologia-oftalmolosta-curitiba-cpo-CONJUNTIVITE.PNG

O QUE É?

Conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva ocular, membrana que reveste a parte branca do olho (esclera) e a superfície interna das pálpebras.

QUAIS OS SINTOMAS?

Variam de acordo com a causa da conjuntivite. Eles podem se manifestar em apenas um olho, ou em ambos os olhos. Geralmente tem duração de dias a até 2 semanas.

 

Os sintomas mais freqüentes são:

  • Olhos vermelhos, devido a dilatação dos vasos sanguíneos;

  • presentes na conjuntiva;

  • Ardência e lacrimejamento;

  • Coceira (prurido);

  • Secreção;

  • Inchaço(edema) da conjuntiva das pálpebras;

  • Sensação de areia ou corpo estranho;

  • Fotofobia;

  • Diminuição da visão nos casos mais graves.

QUAIS AS CAUSAS?

A conjuntivite pode ser de origem infecciosa, alérgica ou tóxica. A conjuntivite infecciosa é causada geralmente por bactérias, vírus ou fungos. Em alguns casos pode haver mais de um germe envolvido na infecção. O contágio se dá através do contato. Sendo assim, entrar em contato direto com pessoas contaminadas, compartilhar objetos contaminados como toalhas e maquiagem, e o uso incorreto de lentes de contato são formas de contrair a conjuntivite infecciosa.

 

A conjuntivite alérgica ocorre em pessoas predispostas a alergias (como quem tem rinite ou bronquite, por exemplo) e geralmente ocorre nos dois olhos, apesar de que pode começar em um olho e depois se apresentar no outro. Esse tipo de conjuntivite não é contagiosa. Pode ter períodos de melhoras e reincidências, sendo importante a descoberta da causa da conjuntivite alérgica.

 

A conjuntivite tóxica é causada por contato direto com algum agente tóxico, que pode ser algum produto químico, fumaça (cigarro), poluição do ar etc. A pessoa com conjuntivite tóxica deve se afastar do agente causador e lavar os olhos com água abundante. Se a causa for medicamentosa é necessário a suspensão do uso do medicamento.

QUAL O TRATAMENTO?

Varia dependendo da causa. Medicações (colírio ou pomadas) podem ser recomendadas para acabar com a infecção e diminuir o desconforto. Quando não tratadas e diagnosticadas corretamente podem levar a problemas mais sérios de visão, como a baixa da visão permanente.

RECOMENDAÇÕES PARA O PACIENTE COM CONJUNTIVITE

  • Lavar as mãos freqüentemente e sempre que entrar em contato com o olho. Desta forma evita-se que o paciente com conjuntivite contamine outras pessoas ou objetos;

  • Não usar lenço de pano pois o germe fica retido no mesmo. Utilizar lenços de papel descartável.;

  • Separar toalhas e sabonetes;

  • Evitar aglomerações como piscina, sauna e academia;

  • Não usar lentes de contato;

  • Evitar a exposição à luz, pois esta gera mais desconforto.